terça-feira, junho 17, 2008

ELES TÊM MINHA COMPAIXÃO, NÃO MEU RESPEITO

Lembrei-me agora do bocó e Ignorante Soberbo que escreveu, alguns posts atrás, que era preciso enxergar a ditadura castrista de Cuba à luz do pensamento de Platão e de Maquiavel, pois "nenhum governo se sustenta se não for amado pelo povo"... O idiota argumentava que a ditadura dos irmãos Castro só existe há tanto tempo porque o povo cubano os adora. Ou seja: adora não ter eleições livres, nem liberdade de expressão, nem de ir e vir etc. É... A fuga de Erislandy Lara para a Alemanha é mais uma prova - há mais 2 milhões delas - de que os 11 milhões de cubanos forçados a viver (?) na ilha-presídio realmente são apaixonados por Fidel e Raúl.
.
O cretino que defendeu a teoria exposta aí em cima ficou chateado porque achou minha linguagem desrespeitosa. Fez beiçinho e resolveu deixar de comentar no blog porque, segundo ele, não acredita em ofensas pessoais. Tudo porque eu tive a audácia de chamar conhecidos defensores brasileiros da ditadura cubana, como Oscar Niemeyer, "Frei" Betto e Chico Buarque, daquilo que são: idiotas morais. Foi logo criticando minha "baixeza" por causa disso, dizendo que não concorda com "esse método de Schopenhauer" etc.
.
Esses esquerdistas são esquisitos. Sempre usaram e abusaram do insulto e da calúnia para desqualificar seus críticos, substituindo qualquer argumentação racional pela argumentação ad hominem, e agora querem posar de bons-moços, e inclusive de professores de boas maneiras. É mais uma armadilha da ditadura do "politicamente correto", que substituiu o debate franco por um linguajar de dondocas. Mas somente quando o debate for sobre algum tema embaraçoso para a esquerda, que fique bem entendido. Pois, quando se trata de criticar a "zelite" ou o que o valha, esse pessoal costuma ser bem desbocado. Assim como se crêem os donos exclusivos da moral e da ética, eles acreditam que têm o monopólio do insulto.
.
Querem saber por que esses senhores não merecem meu respeito? Aí vão apenas alguns motivos:
.
- Babam por uma tirania que arruinou um país antes próspero e já deixou 95 mil mortos;
.
- Tentam a todo custo justificar uma ideologia genocida que deixou um saldo de 100 milhões de cadáveres no século XX;
.
- Enchem-se de indignação farisaica quando se trata de criticar os supostos ou reais abusos cometidos pelos EUA em Guantánamo, enquanto fecham os olhos para os crimes cometidos em Cuba, onde há umas duzentas Guantánamo;
.
- Consideram o crime e a mentira uma questão de ponto de vista ("os fins justificam os meios"), e não penal;
.
- Tentam de todos os modos pautar seus críticos, exigindo-lhes "imparcialidade" ("E o escândalo do PSDB? Não vai falar nada?"); assim, tentam atirar lama para todos os lados e livrar a própria cara, inventando a "imparcialidade a favor";
.
- Cobrem de insultos e ofensas pessoais todo aquele que ousar discordar deles, mas exigem respeito para eles próprios.
.
Entenderam por que não posso me referir de outro modo a essa gente? Eles só podem merecer meu desprezo. É uma questão de honestidade. Mas, como sou um sujeito de coração mole, ofereço-lhes minha compaixão, como se oferece a alguém com graves distúrbios mentais. Chamá-los pelo nome, nesse caso, pode servir como uma espécie de remédio amargo, mas necessário. Talvez, quem sabe, um dia algum deles acorde do torpor cerebral em que mergulhou, despertando para a realidade. Ainda não perdi a esperança de impedir que mais alguém enverede pelo mesmo caminho de estupidez que eu quase segui quando tinha 15 anos de idade. E, quanto maior a idiotice, mais forte o tratamento de choque. É um erro acreditar que se pode debater civilizadamente com um esquerdista. O que eles querem não é debater, não é pôr à prova suas idéias: é conversão a elas, nada menos que isso. Eles podem ter minha compaixão. Não meu respeito.
.
Querem saber? Vão todos lamber sabão, seus idiotas morais, amantes de tiranos!

2 comentários:

Rubens Enderle disse...

Olá Gustavo,

Descobri teu blog por acaso e achei excelentes os teus textos. Tuas posições coincidem quase que inteiramente com as minhas.
Parabéns pelo trabalho!

Abraço,
Rubens

Augusto Araújo disse...

Pois é tb descobri o blog do Gustavo por acaso. Está entre meus favoritos. E assim navegamos na net!